ERS realiza inquéritos de satisfação às unidades hospitalares auditadas em 2017

2018/02/20

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) concretiza anualmente um programa de auditorias aos prestadores de cuidados de saúde avaliados no Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS). Este programa engloba hospitais de diferentes naturezas (público, privado e social) e de diversas áreas geográficas, tendo como objetivo a validação, in loco, da consistência da informação enviada à ERS pelos prestadores no âmbito do SINAS.

Cada estabelecimento prestador de cuidados de saúde é objeto de auditoria em pelo menos duas dimensões de qualidade distintas, a menos que tal não seja exequível. Sempre que possível é auditada a informação relativa à avaliação da dimensão Excelência Clínica, sendo selecionadas pelo menos duas áreas clínicas.

As auditorias podem ter como consequência alterações nas classificações obtidas pelos prestadores, na medida em que sejam detetadas inconsistências entre a informação submetida pelos prestadores e a informação verificada durante a auditoria. Estas ações são, por isso, essenciais para a robustez e credibilidade de todo o processo de avaliação.

No módulo SINAS@Hospitais estão abrangidos 159 prestadores, tendo, em 2017, sido auditados 64 (cerca de 40%). Para o efeito foram selecionados 40 prestadores de natureza pública, 17 de natureza privada e 7 de natureza social. Destes 64, 29 situam-se na região Norte, 11 na região Centro, 20 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 3 no Alentejo e 1 no Algarve.

Das 64 auditorias realizadas, 50 incidiram sobre a dimensão Excelência Clínica, nas suas diferentes áreas (com especial incidência nas áreas de Ortopedia, Ginecologia, Obstetrícia e Cirurgia de Ambulatório) e uma outra dimensão de avaliação (Segurança do Doente, Adequação e Conforto das Instalações ou Focalização no Utente). Em 2 das auditorias foi apenas auditada a dimensão Excelência Clínica. Nas restantes 12 ações não foi contemplada a dimensão Excelência Clínica na medida em que visaram prestadores não avaliados nessa dimensão em 2016.

Na sequência da realização do programa de auditorias de 2017, a ERS realizou um inquérito de satisfação aos prestadores auditados, pretendendo-se avaliar o seu grau de satisfação no que respeita à realização das auditorias.

O questionário é composto por questões que permitem avaliar o grau de satisfação do respondente quanto à cortesia/respeito da equipa de auditoria, competência dos colaboradores da ERS, adequação da duração da auditoria, clareza da informação pedida pela equipa auditoria, adequação da informação prestada pela equipa e cuidado da equipa com funcionamento normal do estabelecimento. São ainda incluídas questões que dizem respeito à adequação do próprio questionário, e outras que visam descrever o universo de respondentes.

Foram rececionadas 63 respostas ao questionário (taxa de resposta de 98,4%) e a análise aos resultados permite concluir que, de uma forma global, os prestadores continuam a estar “muito satisfeitos” com as auditorias realizadas. O resultado de 2017 foi de 3,82, numa escala de 1 (insatisfeito) a 4 (muito satisfeito), sendo certo que em 2016 (primeiro ano de implementação do inquérito de satisfação) havida sido de 3,77, tendo-se assim verificado uma melhoria do resultado global da satisfação dos prestadores. Nenhum dos itens foi avaliado com a classificação “insatisfeito”. A menor classificação foi obtida no item “adequação da duração da auditoria”, com 4,8% dos respondentes a mostrarem-se “pouco satisfeitos” quanto a este aspecto.

Rua S. João de Brito, 621 L 32
4100-455 Porto
222 092 350 [NOTA]
fax: 222 092 351
9h - 12h30 / 14h - 17h30
Call-Center: 9h - 17h30